Manchetes

Nosso Parceiro

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Missa versus Deum no rito novo em vernáculo, em Rio Grande/RS

O Fr. José Francisco Giribone Cardoso, OCD, fundou, na cidade de Rio Grande, no extremo sul do Rio Grande do Sul, a Obra Missionária Virgem do Carmo Peregrina. Em sua capela, que se encontra em reformas, celebrou, com muita coisa improvisada, mas com igualmente muito amor e fazendo o máximo possível para obedecer às rubricas, na forma ordinária, em vernáculo, só que versus Deum. Tudo isso com a orientação do seu cerimoniário, Felipe Silva.

Ponto para o frade carmelita descalço e seu ajudante. Uma prova viva de que o versus Deum não é exclusivo do rito antigo, nem mesmo tem a ver com o latim quando celebrada a Missa no rito novo.

Ah, se a reforma litúrgica até tivesse autorizado o vernáculo, mas não a posição versus populum...

Vejam fotos a seguir:









5 comentários:

  1. 7. O episcopado brasileiro percebe a importância do latim, da posição "versus Deum", do canto gregoriano?

    Não. Gostaria de salientar que não compartilho com esta oposição entre "versus populum" e "versus Deum". Sinceramente, não vejo esta oposição na forma ordinária do Rito Romano. A meu ver, toda a Missa "versus populum" será sempre, fundamentalmente, "versus Deum".

    ResponderExcluir
  2. Sr. Anônimo:
    O pior que as Celebações das nossas paróquias, mesmo "Versus Populum" estão longe de ser "Versus Deum". Sem Cruz ao Centro e sem castiçais, tem se a intenção de que o Centro da Missa é o povo e não Deus.

    ResponderExcluir
  3. veja as fotus da ordenação de Dom Henrique Soares da Costa no site http://www.chicobrandao.com.br/

    ResponderExcluir
  4. UMA BLASFEMIA COM A LITURGIA SÃO AS MISSAS AFRO.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...