Manchetes

Nosso Parceiro

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Gremial e Manícoto

Muitos paramentos se fizeram presentes e assim se mantiveram na tradição da Igreja em função do sua função não apenas simbólica, mas também prática. Dentro desses paramentos citamos dois que são ainda hoje muito úteis: o gremial e o manícoto.
Gremial
O gremial consta de um "avental" de linho. Sua cor, na forma ordinária do rito romano, é sempre branca, em qualquer situação. É usado por padres e bispos em diversas circunstâncias como listamos a seguir.
Papa Bento XVI no sito de lava-pés
  • Imposição das cinzas na quarta-feira de cinzas;
  • Lava-pés de quinta-feira santa na missa in coena domini;
  • Para a unção da fronte no sacramento da crisma;
  • Para a unção das mãos na ordenação presbiteral;
  • Para a unção da cabeça do eleito na ordenação episcopal;
  • Na dedicação do altar e de igreja, para as unções;
  • Outras circunstâncias em que o sacerdote deva fazer unções estando sentado.
João Paulo II usando o gremial para a imposição das cinzas.

É lamentável que o gremial seja substituído por uma toalha ou avental de uso comum não apenas pela perda em relação à tradição litúrgica, mas também pela banalização dos objetos usados durante a liturgia. O gremial não é um tecido qualquer, mas um paramento, algo de uso destinado à liturgia e somente à ela.

Papa durante o rito do lava-pés na quinta-feira santa.
Manícoto
O manícoto é posto no punho sobre a alva, pode ser amarrado ou provido de elástico. Seu uso é mais resumido em relação ao gremial, resume-se basicamente à unção do altar, impedindo que o bispo suje a alva com o Santo Crisma ou que tenha o inconveniente que ficar segurando o punho da mesma. Usando-o, além de evitar situações constrangedoras e inconvenientes, alimenta-se à tradição litúrgica, mantendo vivo o uso de tal paramento.

Papa usando manícoto para dedicação de altar.

10 comentários:

  1. Caríssimo Kairo,

    Nas duas primeiras fotos o gremial parece-me meio deslocado, e não colocado centralizado como um avental ordinário. Seu uso é assim mesmo (talvez porque seja mais necessário proteger o lado direito do ministro, já que é o braço que ele irá utilizar) ou nessas fotos ele está meio "torto" mesmo?

    Deus o abençoe!

    ResponderExcluir
  2. Caríssimo. Sinceramente desconheço qualquer normas acerca da posição do gremial. Creio que seja porque o papa precisa proteger as vestes mais deste lado. Observe que está "torto" para o lado direito, talves o papa já fazer alguma tarefa que use apenas esta mão.

    ResponderExcluir
  3. Kairo

    O Gredial é amarrado nas costas com um cordão como um avental?
    Você conhece alguma empresa que comercialize este paramento?

    ResponderExcluir
  4. Sidnei, sim, ele pode ser amarrado nas costas; se você observar pode ver que na imagem do papa João Paulo II, ele está amarrado à Sede. Infelizmente não conheceço nenhuma empresa que o comercialize. Mas para produzí-lo não é dificil, trata-se de retângulo de tecido munido das tiras para amarrar às costas.

    ResponderExcluir
  5. Kairo

    Vivat Cor Jesu

    Grato pelas dicas, vou mandar fazer um pra minha comunidade, provavelmente irei doá-lo.

    Achei estranho você se designar de "acólito não-instituído". Conforme consta na Instrução Redemptionis Sacramentum n. 47: (...) chamados comumente de "coroinhas", para prestar serviço junto ao altar à maneira do acólito (...); então, ou se é acólito instituído ou então é coroinha. Sabemos que há diferenças entre os dois casos, embora o nome coroinha possa não soar muito bem pra jovens, também não se pode usar o termo acólito ...

    Novamente agradecido,

    Sidnei-SC

    ResponderExcluir
  6. Olha... não fui eu quem me defini assim..rsrs. Porém não vejo nenhuma confusão de termos, considero "acólito não-insituido" tão certo como "coroinha", "ministrante", etc...

    ResponderExcluir
  7. Gostaria de saber se há alguma prescrição do uso de "capa de asperges" na imposição das cinzas.

    ResponderExcluir
  8. Não existe nenhuma prescrição para uso de pluvial. O fato de na primeira foto João Paulo II usar pluvial se deve pelo fato de ele presidir a celebração sem celebrar. Se o padre ou o bispo celebra e impõe as cinzas ele o faz de casula.

    ResponderExcluir
  9. Pax;
    o gremial pode ser substituido pelo amito?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...