Manchetes

Nosso Parceiro

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Bela foto de uma Missa simples, na forma ordinária, em vernáculo e versus populum

16 comentários:

  1. Salvem a liturgia, urgente. Glórias ao Senhor. (Insecto M.)

    ResponderExcluir
  2. Por falar em “Missa simples”. Tem alguma diferença no ato sacramental de Missas ditas simples para uma Missa, digamos: De cura e libertação ou uma Missa especial?
    Qual é a diferença de uma benção especial no final da Missa para a benção ritual (normal)?
    Paz e Bem

    ResponderExcluir
  3. NAO SEI SE VOU FALAR BOBAGEM, MAS A CRUZ NAO ESTA MUITO LONGE DA MESA DO ALTAR??? E REPETINDO A PERGUNTA EXISTE ALGUM PROBLEMA EM COROINHA USAR PRETO??? E USAR A VIOLACIA PODE???

    ResponderExcluir
  4. Por qual motivo as toalhas do altar versus Deum são negras?

    ResponderExcluir
  5. Permitam-me discordar sobre a "beleza" desta foto.
    Embora aqui não se veja bem (copiando para o Word vê-se melhor), por detrás do coroinha do lado direito, existe uma lamparina acesa.
    E o que nos diz uma lamparina acesa junto a um Sacrário? Nos diz que o Dono da casa está presente.
    Deus está presente no Tabernáculo (Dogma de Fé).
    Se este Sacerdote acredita que Deus está ali presente, porque prefere ele virar-Lhe as costas para estar de frente para o povo?
    Não sei o que vai no interior do coração deste Sacerdote, só Deus sabe, por isso não tenho o direito de julgar.
    Mas o que esta foto me dá a ver (a mim), são "corpos caiados de branco". A postura física do Sacerdote "rouba" a Sacralidade de que uma Santa Missa se deve revestir.
    Neste sentido, não vejo "beleza" nesta foto, porque Deus foi PRETERIDO.
    A BELEZA está lá sim, " ... mas não O reconheceram..."

    José Costa, Portugal.

    ResponderExcluir
  6. É licito sim.
    Os coroinhas podem usar preto.
    E só podem usar este paramento no desempenho de suas funções. Por exemplo, não é permitido ao coroinha/ acólito não-instituído ficar passeando de batina, pois como se trata de um hábito talar o seu uso fora das celebrações só é permitido aos clérigos.
    Ass: Uislei

    ResponderExcluir
  7. Pessoal já vamos começar com a discussão Versus Populum x Versus Dei.
    Quanto a cor da batina acho quer a cor violácea é aplicada para Cerimoniários de Bispos. Neste caso um coroinha / acólito não intituído não deveria usar este paramento quando não estivesse desempenhando a sua função de cerimoniário. Vide o caso de Wescley deste blog. Ele não é um acólito instituído (mas é seminarista), mas usa a batina violácea por ser cerimoniário episcopal.

    Ass: Uislei

    ResponderExcluir
  8. concordo que esta celebração seria muito mais "bonita" se em versus Deum.Porém na Liturgia não fazemos só o que é bonito,
    apesar de que peço a Deus que quando for ordenado sacerdote possa eu celebrar sempre em versus Deum.
    Salvem a Liturgia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que Deus te ilumine e te cubra de graças para que sejas um sacerdote digno!

      Excluir
  9. Porque a cruz não está voltada para o celebrante?

    ResponderExcluir
  10. De Portugal,

    Depois de ver alguns comentários, decidi também intervir.

    Na questão da "Veste Talar" (Sotaina ou Batina) usada pelos acólitos, há por vezes algumas confusões, é necessário ver as normas dadas pelas conferências episcopais no cerimonial dos bispos, e a instrução geral do missal romano.

    Creio que se começou a liberalizar o uso da cor violácea, porque os coroinhas no Vaticano a usam, aqui é necessário refletir a situação, ver o contexto e (ou) possível privilégio. Em Portugal após o concílio a veste comum a todo o ministro, é a alva ajustada à cintura pelo cíngulo, o uso da veste talar preta é aconselhada nas celebrações solenes, ao mestre de cerimónias e segundo o critério do Pároco. A cor violácea só é usada pelos Bispos, Cónegos (Lisboa) e segundo o direiro pelos Monsenhores.

    Em questão ao guarda-pó no Altar e Pavilhão do Sacrário, é de todo proibido e anti-liturgico.
    Num altar com guarda do Santíssimo Sacramento, não é permitido colocar pavilhões de cor negra a cor deve ser roxo,(no caso de se celebrar missa ou rito funebre nesse altar). O guarda-pó fora das celebrações, deve ser de cor verde. Não percebo é... se o Sacerdote enverga uma casula verde porque está o pavilhão preto?

    Contudo nesta situação e não sabendo o País onde foi tirada a foto, no que concerne ao uso da veste talar sendo um seminário está correcto, se for uma Paróquia é uma tentativa de embelezar a celebração o que é lícito mas requer atenção, tentar juntar os ritos é que às vezes é um problema. Em relação ao pavilhão e guarda-pó não é de todo um bom exemplo, não se deve inventar a onde não se pode.

    Respeitosos cumprimentos.
    José

    ResponderExcluir
  11. Sim, acólito usa cíngulo se vestir alva. Mas se usar batina e sobrepeliz, não.

    ResponderExcluir
  12. Oremos pela conversão dos Sacerdotes, conforme pedido de Bento XVI. Que se voltem para Deus - missa versus Deum - e não versus populo - pois o Senhor da casa está presente.

    ResponderExcluir
  13. o que precisa para ser um cerimoniário do papa?
    E lícito coroinha usar batina preta com faixa e mozeta?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...