Manchetes

Nosso Parceiro

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Padre, o senhor gostou da Missa do Galo celebrada pelo Papa?

View Comments

Pois é, padre, se o senhor gostou, então por que em Roma tem incenso e em sua paróquia não? Se o senhor gostou, então por que em Roma há canto gregoriano e polifonia sacra e em sua paróquia só música religiosa popular, muitas vezes de péssimo gosto estético e letras pobres e fracas? Se o senhor gostou, então por que em Roma a Missa foi em latim e em sua paróquia nem mesmo um “Dominus vobiscum” se ouve? Se o senhor gostou, então por que em Roma o Papa distribuiu a Sagrada Comunhão exclusivamente na boca e com os fiéis de joelhos e em sua paróquia não só essa postura não é incentivada, como, muitas vezes, vista com maus olhos? Se o senhor gostou, então porque na Missa celebrada pelo Santo Padre, ele foi ajudado por diáconos e acólitos, e em sua paróquia o senhor insiste em colocar “ministros extraordinários da Comunhão” para fazer um papel que não lhes compete? Se o senhor gostou, então por que na Basílica de São Pedro o silêncio, a sacralidade, a solenidade e a sobriedade reinaram, e em sua paróquia o que se viu foi palmas ritmadas acompanhando as músicas, teatrinhos no lugar da homilia, cantos com melodias nada sacras? Se o senhor gostou, então por que o Papa fez um sermão espiritualmente profundo e ricamente teológico e em sua paróquia a homilia foi melosa, romântica e sem conteúdo? Se o senhor gostou, então por que o Romano Pontífice usou alva, cíngulo, amito, estola, dalmática e casula, e em sua paróquia o senhor usa apenas uma túnica protestantizada com uma estola por cima?

A Missa celebrada pelo Papa é o modelo de todas as Missas. É nela que devem os sacerdotes se espelhar. Não se pode ter medo de latim, de canto gregoriano, de polifonia sacra, de silêncio, de paramentos belíssimos, de Comunhão de joelhos. Evitar isso, que se vê abundantemente na Missa do Papa, é ter medo não do latim, do canto gregoriano etc, mas do catolicismo; é substituir a liturgia católica por qualquer coisa que é um seu arremedo.

Senhor padre, o povo não tem receio da tradição litúrgica, nem do latim, nem da piedade, nem da sacralidade ou do silêncio. Talvez alguns não saibam apreciar tudo isso, mas é questão de educá-los. Vamos abolir as letras apenas porque existem analfabetos? Ou vamos ensinar-lhes o significado?

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Doações

View Comments
Neste Natal, ajude o Salvem a Liturgia a "salvar a liturgia"... Faça uma doação, procurando nossos membros pelos e-mails respectivos e ajudando-os em seus apostolados locais ou clique no botão abaixo e utilize o PagSeguro para que compremos missais, breviários e livros sobre liturgia para pesquisas e presentes aos padres.

O PagSeguro não é apenas para transferências on-line, podendo servir para gerar boletos em pagamentos tradicionais em caixas eletrônicos do seu banco de preferência. É, como o nome diz, seguro e uma forma muito rápida do leitor de nosso blog participar de nosso labor apostólico em prol da liturgia digna.

Clique em:




segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Dedicação da Igreja de São Josemaría no Mexico

View Comments
No video abaixo, pode se ver em resumo a Solene Celebração Eucaristica na qual Sua Excêlencia Reverendissima Dom Javier Echevarría, Prelado do Opus Dei, dedicou solenemente a Igreja de São Josemaría Escrivá, a convite do Cardeal Norbeto Rivera, Arcebispo Primaz do México.




Missarum Sollemnia, de Jungman, em português

View Comments
Clique na imagem para comprar esta fundamental e monumental obra sobre o desenvolvimento do rito romano e comentário de cada parte da Missa (no rito anterior à reforma litúrgica, quando foi escrito), pela Editora Paulus:

domingo, 20 de dezembro de 2009

Ordenação diaconal no rito bizantino, feita no Brasil

View Comments
Tivemos agora acesso às fotos de uma linda ordenação diaconal, celebrada em fevereiro de 2007 no Brasil, pelo Arquieparca Melquita, D. Fares Maakaroun, PSP, em seu típico e belíssimo rito bizantino.

O diácono Felipe Torres, que aparece sendo ordenado, hoje é sacerdote.

Seguem as fotos:

Felipe's Deaconal Ordination - 4 por Philippe Gebara.

Felipe's Deaconal Ordination - 5 por Philippe Gebara.

Felipe's Deaconal Ordination- 11 por Philippe Gebara.

Felipe's Deaconal Ordination - 14 por Philippe Gebara.

Felipe's Deaconal Ordination - 15 por Philippe Gebara.

Felipe's Deaconal Ordination - 17 por Philippe Gebara.

Felipe's Deaconal Ordination - 18 por Philippe Gebara.

Felipe's Deaconal Ordination - 19 por Philippe Gebara.

Receiving the Holy Spirit - 1 por Philippe Gebara.

Blessing with dikirion and trikirion - 3 por Philippe Gebara.

Clergy por Philippe Gebara.

Blessing with dikirion and trikirion - 1 por Philippe Gebara.

Blessing with dikirion and trikirion - 3 por Philippe Gebara.

Bishop Fares and Archimandrite Joaquim por Philippe Gebara.

Procession por Philippe Gebara.

Receiving the Holy Spirit 2 por Philippe Gebara.

Preparing the ordination por Philippe Gebara.

Axios! por Philippe Gebara.

Communion of the clergy por Philippe Gebara.

Angels por Philippe Gebara.

Vesting por Philippe Gebara.

Changing the vest por Philippe Gebara.

Prostrating - 1 por Philippe Gebara.

Bishop Fares and Fr. Dimitrios por Philippe Gebara.

Prostrating - 2 por Philippe Gebara.

Communion por Philippe Gebara.

Gospel por Philippe Gebara.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Rito Novo em latim com cantos populares celebrado em uma capela simples e humilde no Brasil

View Comments
Missa na forma ordinária do rito romano, i.e., no rito pós-conciliar, moderno, mas em latim, e em uma comunidade simples do Rio de Janeiro, celebrada pelo Pe. Leandro.

Há alguma imprecisão, como o sacerdote carregando o Evangeliário, o que não é permitido, dado que essa ação cerimonial é feita exclusivamente pelo diácono, mas não se pode negar a excelente intenção.

A Missa tem trechos cantados, mas é rezada, pois as antífonas foram substituídas por canto popular em vernáculo.














quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Missa solene no pós-guerra alemão

View Comments



Esta foto vale mais do que um trilhão de livros em defesa da sacralidade na Missa e da obediência das rubricas.

Em pleno pós-guerra, em uma igreja destruída, a Catedral de Münster, na Alemanha, com milhares de pessoas sofrendo e passando fome, a Missa é celebrada com toda a dignidade e sobriedade, como convém a um SACRIFÍCIO.

Isso mostra como são falaciosos os argumentos de que se celebram Missas de qualquer jeito, no Brasil, por causa da pobreza, da ausência dos paramentos etc. Aliás, os paramentos que não existem em certas paróquias não estão mais lá porque foram jogados fora, doados, vendidos etc.

Missa deve ser sacra, solene, sóbria, com canto decente - de preferência gregoriano ou polifonia -, com amplas doses de latim - quando não totalmente -, versus Deum - ou, quando versus populum, com tanta reverência no olhar que se esteja coram Deo -, com cumprimento rigoroso e integral das rubricas. Missa não é show, não é nossa propriedade. Sejamos seus servidores, não seus donos. Para a maior glória de Deus.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Fotos da ordenação, em rito romano moderno, do Pe. Alan, na Diocese de Campos

View Comments
Semana passada, postamos fotos da ordenação sacerdotal, realizada em Campos, RJ, por conta da Administração Apostólica, no rito antigo. Hoje são fotos de outra ordenação sacerdotal, também em Campos, mas da Diocese, no rito moderno. A Administração e a Diocese coexistem no mesmo território - ainda que a Administração tenha a faculdade de criar paróquias pessoais em outros territórios fora de Campos.

Um bom exemplo de que a liturgia deve ser digna em qualquer das formas do rito romano.

























Dom Roberto Guimarães, o Bispo ordenante, e alguns leigos.



O neo-sacerdote, Pe. Alan, e alguns leigos e vocacionados.

Ainda a reforma da reforma

View Comments
Para que se respeite o desenvolvimento harmônico, a reforma da reforma NÃO será no canetaço. Não basta simplesmente um decreto do Papa mandando que se introduzam cerimônias antigas no rito novo. Com um clero que não respeita nem essa Missa "mais simples" do Novus Ordo, não tenhamos esperanças de que, na base do grito, vão começar de uma hora pra outra a rezar futura Missa que junta os ritos novo e antigo.

Penso que a reforma da reforma já começou. O primeiro passo foi o indulto universal ao rito antigo. Os padres que começarem a rezar esse rito tomarão mais consciência do "jeito" com que têm que celebrar a Missa em qualquer rito. Transportarão essa atmosfera de sacralidade para o rito novo. Antes de renovar as rubricas, é preciso renovar a mentalidade.

Outro ponto a considerar é que Bento XVI já fez uma discreta mudança no rito ANTIGO mesmo, com uma nova oração pelos judeus na Sexta-feira Santa. Com isso, ele manda um recado: "Eu, o Papa, posso reformar o rito novo e também o antigo". Isso é um sinal de que, com o tempo, novas mudanças podem vir em qualquer dos ritos, para fazer com que se aproximem um do outro. Por exemplo, ir, aos poucos, colocando um elemento positivo do rito novo no antigo, ou um do antigo no novo etc.

Enfim, a cada vez mais frequente aparição pública do Papa celebrando versus Deum no rito novo dá outro recado: é lícito fazer assim. É um incentivo, sem chocar, para que se faça.

Penso que será tudo muito aos poucos, criando um clima para que nossos netos tenham uma liturgia romana unificada.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Missas "Rorate"

View Comments
Uma tradição católica para o Advento é fazer celebrar, aos sábados desse tempo litúrgico, a Missa da "memória de Nossa Senhora no sábado" que começa com a antífona Rorate Caeli. Uma particularidade dessa Missa é ser toda celebrada no escuro, sem luz do sol nem artificial: apenas a que emana de dezenas de candelabros sobre o altar, espalhados no presbitério e em outros locais da igreja.

Quem sabe recuperamos essa tradição? Pode-se usar tanto a forma ordinária (em latim ou em vernáculo) quanto a extraordinária.

Eis um vídeo da Missa "Rorate" na forma extraordinária:



E aqui algumas fotos:









O sentido de tais Missas é profundo. No Advento, nos preparamos para a festa do nascimento de Cristo. Assim como nós esperamos hoje tal manifestação do Senhor, a Virgem Maria também o fez. Ela teve o primeiro Advento, preparando-se para o verdadeiro Natal a dois mil e nove anos. Nada melhor do que, aos sábados, dia consagrado a Nossa Senhora, pedirmos sua especial intercessão para que nos ajude nesse trilhar do Advento para que, assim como ela, esperemos a vinda de Jesus em graça e santidade.

Livros litúrgicos em latim para a forma ordinária (rito moderno)

View Comments
A excelente editora Midwest Theological Forum, dos Estados Unidos, publica livros litúrgicos para a Missa e sacramentos em latim, segundo a forma ordinária do rito romano, i.e., segundo os usos pós-conciliares, também chamados de rito moderno.

É uma boa ferramenta encomendar tais livros, notadamente o Missale Romanum, para favorecer que se tenha Missa em latim no Brasil também segundo o rito pós-conciliar. Promover o latim também no rito novo impede a falsa dicotomia "Missa antiga bem celebrada e em latim X Missa nova mal celebrada e em vernáculo".

Missale Romanum Editio iuxta typicam tertiam
U$ 499.00


Missale Romanum Editio iuxta typicam tertiam Editio a studiis
U$ 150.00


Lectionarium Editio iuxta typicam alteram
(3 vol.)
U$ 900.00


Rituale Parvum
(Large Print, Genuine Leather)
U$ 120.00


Rituale Parvum
(Pocket Edition)
U$ 35.00

sábado, 12 de dezembro de 2009

Festa de Nossa Senhora de Guadalupe na Capelania Militar

View Comments
Festa de Nossa Senhora de Guadalupe na Capelania Militar Santo Tomás de Aquino, em Campinas, com Missa celebrada pelo Rev.do Pe. João Batista. Algumas fotos:Fotos: Sem. Wendell Mendoça - OMB
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...