Manchetes

Nosso Parceiro

domingo, 3 de outubro de 2010

Transitus de São Francisco de Assis

A celebração do Transitus de São Francisco de Assis, tradição das Ordens Franciscanas, encerra o mistério da vida, morte e ressurreição. Conhecedores desta realidade maravilhosa e, ao mesmo tempo, angustiante e cheia de esperança, na tarde de hoje em todo o mundo, os franciscanos, a exemplo do Seráfico Pai, celebram o dom da vida. Desde esta tarde até as segundas Vésperas do dia seguinte (4/10), toda a Liturgia se reveste e é celebrada com o grau e caráter de Solenidade.


Quando ouvimos falar em "trânsito" logo pensamos em carro e nos engarrafamentos das grande cidades do Brasil, como Rio de Janeiro ou São Paulo, ou de outros Países, como Nova York, Paris, Madri, Roma ou Lisboa. Mas, aqui no nosso caso, quando falamos em "trânsito" falamos em "passagem", ou seja, da passagem de São Francisco de Assis deste mundo para a eternidade, isto é, de sua morte, acontecida na tarde do dia 3 de outubro de 1226, um sábado. São Franscisco tinha mais ou menos 44 anos de idade. Ele morreu cantando um salmo, na presença de seus confrades.

No domingo seguinte, 4 de outubro, foi sepultado na igreja de São Jorge, na cidade de Assis; o cortejo fúnebre passou antes pelo mosteiro de São Damião, para que Santa Clara pudesse se despedir.

Em quase todos os conventos da Primeira Ordem (OFM, OFMConv e OFMCap) a solene "Páscoa" do Santo de Assis, é celebrada como uma paraliturgia, dentro da celebração do ofício de Vésperas. Portanto, com toda estrutura própria: canto do hino, salmodia, cântico evangélico, preces... acrescido, em alguns lugares de uma "encenação", que recorda os últimos momentos do "Alter Christus" nesta terra dos homens.


Para a Igreja e para a humanidade, São Francisco tornou-se inspiração daqueles valores mais essenciais do Evangelho. Por isso sua mensagem atravessou os séculos, e continua a despertar no coração da humanidade aquilo que de melhor ela pode realizar.


Abaixo, a antífona gregoriana mais solene desta celebração, entoada pelo coro dos frades.





blog comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...