Manchetes

Nosso Parceiro

sábado, 4 de dezembro de 2010

A coerência de um Bispo!

Publicamos abaixo um pequeno texto de Dom Henrique Soares da Costa, Bispo auxiliar de Aracaju retirado de seu blog. Dom Henrique se destaca pela sua fidelidade à Santa Madre Igreja! Neste texto ele menciona as duas formas do rito romano, com fidelidade ao que o Santo Padre, o Papa Bento XVI, mencionou na carta aos bispos que acompanha o Motu Proprio Summorum Pontificum: "As duas Formas do uso do Rito Romano podem enriquecer-se mutuamente."

Caro Internauta, se você nunca havia visto, veja só como era celebrada a Santa Missa antes da reforma litúrgica do Concílio Vaticano II.



Tem sua beleza, pelo que expressa de sagrado, de santo, do aspecto sacrifical da Eucaristia. Tem seus limites, pelo que não consegue bem exprimir do sentido de participação do Povo de Deus e da dimensão do banquete escatológico. Recorde que esta forma de Missa pode ser celebrada atualmente, como forma extraordinária do nosso Rito Romano.

Devemos conservar desse rito o respeito, o sentido do sagrado, o cuidado com as rubricas, que são necessários para exprimir o verdadeiro sentido do rito litúrgico. Sempre repito e continuarei a repetir: rito não se inventa, rito não pode ser manipulado! Não existe oficina de liturgia! O missal é para ser aberto e seguido com unção, piedade e santa reverência!

A Missa como é celebrada hoje, no Missal dito de Paulo VI, após a reforma litúrgica, tem tanto de beleza e de equilíbrio entre a dimensão sacrifical e a de banquete, conjuga com tanta beleza o papel do sacerdote e a participação da assembleia. Uma falha dele - que pode ser corrigida - é ter eliminado muito dos gestos, da riqueza de alguns elementos que existiam no missal anterior. Nisto, sem dúvida há uma certa pobreza e "dessacralização" no missal atual... No entanto, no seu conjunto, é um precioso tesouro e fonte de verdadeira vida espiritual! Infelizmente, os abusos, a ignorância das rubricas, a falta de piedade e de zelo, o desconhecimento do sentido genuinamente católico do que seja liturgia e rito, a indisciplina do clero, a prepotência que faz com que cada um se ache no direito de fazer sua liturgia e sua missinha, tudo isto em muito tem deturpado gravemente o verdadeiro sentido da liturgia; e destruir a liturgia é destruir o coração da Igreja! Não temo dizer que a crise de fé na Igreja está diretamente ligada à crise na liturgia!

Rezemos e trabalhemos para que o clero volte a compreender o sentido profundo da ação litúrgica cristã e celebre a Santa Missa segundo o missal do Vaticano II com zelo, piedade, fidelidade e espírito de respeito pelo sagrado!

Abaixo, algumas fotos de Dom Henrique, em celebrações e tempos litúrgicos diversos.















blog comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...