Manchetes

Nosso Parceiro

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Breve reflexão sobre as duas formas do rito romano e pergunta aos leitores

View Comments
Em igualdade de condições, a forma extraordinária "vence". 

Nos casos concretos, imaginemos duas Missas em rito romano, uma na forma ordinária, outra na extraordinária, ambas em latim, versus Deum e sem abusos. A ordinária cantada "supera" a extraordinária rezada. Mas ambas rezadas ou ambas cantadas, se posso escolher, vou à extraordinária. 

Isso não atinge a essência da Missa, que é a mesma sempre, até quando tem abusos. Mas os elementos acidentais da forma extraordinária são mais ricos mesmo quando a forma ordinária é bem celebrada, em latim, versus Deum, com canto gregoriano, incenso, belos paramentos etc. 

Há pontos positivos na reforma de Paulo VI, na forma ordinária, superiores à forma extraordinária? Sim, e por esse motivo - e muitos outros -, o melhor é que, daqui umas décadas, sem canetaço, de modo harmônico, as duas se influenciem mutuamente, a tal ponto que não distingamos uma da outra e tenhamos a unidade no rito: a base seria a forma extraordinária, com toda a sua riqueza milenar, incorporados os elementos da forma ordinária que sejam positivos e tenham "sobrevivido ao período de testes". 

Quais seriam eles? Pessoalmente, e sujeito à apreciação dos amigos, o uso do vernáculo em algumas partes da Missa, a possibilidade de se usar incenso mesmo na Missa rezada, a concelebração em ALGUNS dias especiais (aniversário do Bispo, aniversário da diocese, festa do padroeiro, final de um grande evento etc), a Segunda Leitura nos Domingos e Solenidades, os novos santos do calendário, o lecionário ferial, o maior número de leituras na Vigília Pascal.

O que os leitores pensam?

sábado, 28 de julho de 2012

O que é a Santa Missa?

View Comments


Uma excelente explicação - altamente didática - pelo Servo de Deus Dom Fulton Sheen.





quinta-feira, 26 de julho de 2012

Salvem a Liturgia! no Prêmio Top Blog 2012

View Comments

O ‘Salvem a Liturgia’ está concorrendo ao prêmio Top Blog 2012 na categoria “Religião/Pessoal”. A definição do prêmio é a seguinte:

O Prêmio Top Blog é um sistema interativo de incentivo cultural destinado a reconhecer e premiar, mediante votação popular (júri popular) e acadêmica (júri acadêmico), os blogs brasileiros mais populares que possuam a maior parte de seu conteúdo focado para o público brasileiro, com melhor apresentação técnica específica a cada grupo (Pessoal e Profissional ) e suas respectivas categorias.

A participação do blog na premiação é uma ótima oportunidade de divulgação do trabalho realizado por toda a equipe do ‘Salvem a Liturgia’. Assim, teremos a possibilidade de fazer com que os nossos textos ganhem um maior alcance na blogesfera brasileira, ampliando nosso apostolado e semeando o amor à Liturgia bem celebrada.

Por isso, peço a nossos amigos e leitores que nos ajudem com seu voto e, se possível, divulgando o link da votação em seus blogs, em seus perfis nas redes sociais, por e-mail, MSN, enfim, da maneira que acharem mais adequado!

Para votar é muito simples, basta clicar no selo abaixo.

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Encontro Diocesano de Formação para Cerimôniarios na Diocese de Frederico Westphalen - RS

View Comments

Ocorreu no último dia 22 de julho nos anexos da Catedral Diocesana de Frederico Westphalen o II Encontro Diocesano de Formação para Cerimôniarios, organizado pela Comissão Diocesana de Coroinhas, Cerimôniarios e Mestres de Cerimônias, a formação foi ministrada pelo Rev. Pe. Ademir Schneider que é paróco da Paróquia Nossa Senhora da Paz em Seberi, RS e mestre de cerimônias episcopal da referida diocese. 

A formação dada visava uma maior compreensão dos mistérios celebrados, para que em cada paróquia se possa cada vez mais ter celebrações solenes, bonitas e dignas, na certeza de afirmar a importância também do serviço destes jovens. 

O serviço prestado pelo mestre de cerimônias ou cerimoniario é de suma importância, tanto nas igrejas catedrais quanto nas paróquias, pois há mais do que nunca a necessidade de que tenhamos jovens que compreendam as normas liturgicas, para então poder auxiliar os sacerdotes nas cerimônias e assim cada vez mais, possamos prestar um culto digno a Deus, como Ele mereçe. 

É importante suscitar em nossas paróquias e comunidades, este serviço tantas vezes esquecido, o cerimoniario não desempenha um ministério, ele faz parte da estrutura da celebração, pois são os que preparam já de antemão tudo o que é necessário, exige-se tempo e dedicação no estudo de cada celebração, para que então cada uma delas possa ocorrer segundo as rubricas.

Abaixo algumas fotos da formação e também da missa de encerramento presidida por S.E.R. Dom Antonio Carlos Rossi Keller, bispo diocesano, na qual após a homilia os cerimôniarios, proferiram seu compromisso.

Convém resaltar como já de praxe, da referida diocese e de seu bispo, o zelo que há nestas terras pela liturgia, o amor e a dedicação com que se preparam não somente as solenidades, mas cada missa dominical, prezando sempre para que com uma liturgia bem celebrada, possa o povo fiel compreender melhor os divinos mistérios, e pela liturgia exaltar e louvar a Cristo, Aquele a quem toda a liturgia se dirige.

(resaltamos o uso das vimpas pelo báculifero e mitrifero, bem como os paramentos do senhor Bispo, casula romana, dalmática episcopal, alva, manipulo, luvas episcopais, mitra alta de tecido dourado porém sem adornos, bem como a comunhão distribuida aos fieis de joelhos). 






























Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...