Manchetes

Nosso Parceiro

domingo, 27 de novembro de 2011

Reforma da reforma em Teresina, PI: Novo Ano Litúrgico "em direção ao rosto de Deus"

Do blog da co-irmã Associação Redemptionis Sacramentum:

 

Adveniat regnum tuum!

 

Em Teresina-PI, o Ano Litúrgico teve início como de costume, nas paróquias. Todavia, num recanto um pouco mais afastado do vai-e-vem cotidiano, no Sítio Santo Inácio, do Colégio São Francisco de Sales (o conhecido Diocesano), dos jesuítas, algumas dezenas de pessoas, na grande maioria jovens, experimentaram uma Liturgia na qual se quis manifestar de maneira clara o sentido vertical.

 

Nesta Missa, como parte da programação do "Luau com Oz Piradinhos", promovido pelo Projeto de Evangelização Nossa Senhora das Dores, o sacerdote foi o Pe. José de Pinho Borges Filho, coordenador do Setor de Liturgia da Arquidiocese.

 

Não foi, da parte humana, uma celebração perfeita ou rica em todos os seus detalhes, mas, com amor, fizemos o que esteve a nosso alcance.

 

Cabe-nos repetir o lema da Banda Católica Oz Piradinhos, já muito conhecida em Teresina e em várias outras cidades do Piauí: "Porque a linguagem da Cruz é Loucura para o mundo" (1Cor 1,18).

Esta foi a linguagem que quisemos manifestar nesta Santa Missa, a primeira, na Forma Ordinária, celebrada com a orientação comum do sacerdote e da assembleia, para a cruz e para o oriente, por um presbítero da Arquidiocese em nossa cidade e, possivelmente, em nosso Estado.

A Missa foi em vernáculo. Os cantos foram em vernáculo, mas com Kyrie, Sanctus e Agnus Dei da Missa de Angelis (considerada mais fácil para o aprendizado, da parte do coro).

Foi utilizado o Cânon Romano sem as aclamações do povo, inseridas na edição brasileira do Missal.

A casula e a estola são do Fr. Francisco Heleno Moreira de Oliveira, OFM.

A este nosso "versus Deum ad orientem", junte-se providencialmente um trecho da meditação de hoje do Santo Padre, no Angelus:

 

O Evangelho diz: 'Vigiai, pois, visto que não sabeis quando o senhor da casa voltará, se à tarde, se à meia-noite, se ao cantar do galo, se pela manhã, para que, vindo de repente, não vos encontre dormindo' (Mc 13,35-36). O Tempo do Advento vem a cada ano recordar-nos isso, para que a nossa vida reencontre a sua justa orientação, em direção ao rosto de Deus.

 

Somos gratos aos amigos do Projeto, sobretudo ao Márcio Roberto, que é membro da ARS; gratos ao Pe. José de Pinho, pela boa vontade e disposição, sobretudo por se colocar possivelmente como alvo de tristes críticas de colegas de presbitério, e à Paróquia Nossa Senhora do Amparo, pelo empréstimo de vários itens necessários ao Culto Divino; por fim, gratos a todos que, de uma forma ou de outra, ajudaram na Sagrada Liturgia.

 

Esperamos ter suscitado no profundo das almas, dos que aí estiveram presentes, neste início de Advento, aquele clamor da Igreja, Esposa de Cristo:

ΕΡΧΟΥ ΚΥΡΙΕ ΙΗΣΟΥ

VENI DOMINE IESV

Vinde, Senhor Jesus!

(Apocalipse 22,20)

 

Ensaio do coro

Capela, antes da Missa

Chegada do Pe. José de Pinho

Conferindo o material da credência

Procissão de Entrada

Incensação do Crucifixo e do Altar

Ritos Iniciais

Coleta/Oração do Dia

1ª Leitura

Salmo Responsorial

2ª Leitura

Incensação do Evangeliário

Homilia

Oração dos Fiéis

Coro

Ofertório

Incensação do Crucifixo, das Oferendas e do Altar

Incensação do sacerdote

Incensação da assembleia

Elevação do Corpo de Cristo

Elevação do Cálice com o Sangue de Cristo

"Nós vos suplicamos..."

Doxologia

"Eis o Cordeiro de Deus..."

Comunhão de membros do Coro

Comunhão de membros do Coro

Comunhão da assembleia

Abluções

Silêncio sagrado

Oração depois da Comunhão

Procissão final

Procissão final

blog comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...