Manchetes

Nosso Parceiro

segunda-feira, 29 de março de 2010

Semana Santa no Brasil com dignidade, sacralidade e respeito às rubricas - I (Domingo de Ramos em Frederico Westphalen - RS)


"Saudemos com hosanas o Filho de Davi! Bendito o que vem em nome do Senhor! Jesus, rei de Israel, hosana nas alturas!" (da Antifona do dia).

No último dia 28 de março em toda a Igreja, celebramos o Domingo de Ramos da Paixão do Senhor, a primeira cerimônia de uma semana, da qual a seguir iremos participar. Com a Benção dos Ramos, a procissão e a Santa Missa, inicia-se a Semana Santa.

Na cidade de Frederico Westphalen - RS, a cerimônia da qual o povo pode participar em toda a cidade forá uma só, todo o povo a hora marcada estava reunido em frente a uma das capelas da cidade e então em frente a mesma capela S. E. R. Dom Antonio Carlos Rossi Keller abençoou os ramos e depois como podemos ver nas fotos abaixo, em procissão se foi até a Catedral Diocesana onde na frente se celebrou a Santa Missa.

O inicio da benção dos ramos, Dom Antonio exorta o povo.


Aspersão dos Ramos
Procissão
O Bispo, defronte a Catedral, observa e aguarda que o povo todo chegue para dar continuidade a cerimônia.

A incesação do Altar



(Podemos observar que desde a benção dos ramos, durante a procissão e até o momento da incenção do altar, vemos o Sr. Bispo usando a Capa Pluvial vermelha, o uso da mesma ao longo do tempo tornou-se facultativo, podendo o celebrante desde a benção já usar a casula vermelha, mas cada vez mais com a Graça de Deus vemos o retorno desde paramento, principalmente neste dia, no qual é clara e notoria, a beleza e a solenidade que o uso da mesma desperta numa cerimônia com tão grande importancia como a do Domingo de Ramos).



Proclamação da Paixão


Homilia

Incensação das Oferendas


Consagração





Benção Solene

6 comentários:

  1. Olá Wescley

    Belíssima celebração, muito útil para servir de modelo. Só achei a estola do bispo um pouco curta demais no conjunto com a capa. Você não tem fotos da procissão completa, cruz, velas, ministros...?

    Abraço,
    Sidnei

    ResponderExcluir
  2. Olá Wescley, como diz o colega Sidnei, foi uma belíssima celebração, tudo muito organizado.
    Parabéns pelo post e pelo trabalho realizado aqui no blog e na sua comunidade.
    Abraço,
    Leonardo

    ResponderExcluir
  3. Olá Wescley, como diz o colega Sidnei, foi uma belíssima celebração, tudo muito organizado.
    Parabéns pelo post e pelo trabalho realizado aqui no blog e na sua comunidade.
    Abraço,
    Leonardo

    ResponderExcluir
  4. A estola tem o tamanho exato, já que deve ter servido também para a Missa, sob a casula. Não é um "estolão", destes que se usam hoje, em geral, sem o uso da casula.

    ResponderExcluir
  5. A estola é mais curta, porque é do conjunto da casula utilizada na missa, e como prescreve o rito que o celebrante depois de chegar da procissão e incensar o altar, tira a capa e reveste a casula, assim a estola fica a mesma, por isso não ficaria bem usar a estola da capa que é maior, e em casula nesse estilo, ficaria aparecendo as pontas.
    *Como bem falava o anônimo acima.

    ResponderExcluir
  6. Meu Pároco também usou uma estola curta sob a capa (que foi usada pela primeira vez) e depois colocou a casula. Vou ver
    se consigo algumas fotos para o blog.
    Jean.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...