Manchetes

Nosso Parceiro

sábado, 2 de junho de 2012

Deixai vir a mim as criancinhas (ou: a participação ativa de crianças na Forma Extraordinária)


O New Liturgical Movement trouxe recentemente um interessantíssimo relato de uma leitora a respeito da participação de crianças numa Santa Missa na Forma Extraordinária do Rito Romano.

A Missa foi rezada para uma Junior school (mais ou menos equivalente ao nosso Ensino Fundamental) na cidade de Birmingham (Inglaterra) pelo Pe. George Grynowski. Antes da Missa, houve uma breve palestra sobre a história da Missa e as diferenças entre as duas formas do Rito Romano. Durante a Missa, foram inseridos três comentários (antes do Ofertório, do Cânon e após a Comunhão), lidos por crianças. E após a Missa, o Regina Caeli foi cantado (detalhe: o pedido partiu de uma das crianças!).

As crianças recebendo a Santa Comunhão
Na volta para a escola, os alunos escreverem uma breve redação sobre a Missa da qual participaram. E aqui veio a parte que mais me surpreendeu! O retorno delas foi extremamente positivo. Comentários como: “Eu gostei que ela foi rezada em latim, como deveria ser sempre”, “Ela é silenciosa e mais cheia de paz”, “Ela era quieta, o que me deu mais tempo para rezar”. De fato, um terço das crianças do 5º Ano (aprox. 10 anos de idade) disse preferir a Missa na Forma Extraordinária.

Quem sabe é justamente a pureza destas crianças – livres de preconceitos e ideologias – de que necessitamos todos nós, principalmente aqueles que se opõem radicalmente à Forma Extraordinária. O argumento de que o usus antiquior ou o latim impedem a participação verdadeira e ativa cai por terra diante da simplicidade destas crianças.

Bem tinha razão Nosso Senhor: «Deixai vir a mim as criancinhas e não as impeçais, porque o Reino de Deus é daqueles que se parecem com elas. Em verdade vos declaro: quem não receber o Reino de Deus como uma criancinha, nele não entrará» (Lc XVIII, 16-17).

Que Nossa Senhora nos ensine a ter um coração de criança para que possamos, como uma criança que se agarra na saia de sua mãe, nos colocar ao seu lado diante do Sacrifício de Seu Filho que se atualiza em cada Santa Missa.

E você, caro leitor, tem alguma história positiva acerca da participação de crianças na Santa Missa na Forma Extraordinária?
blog comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...