Manchetes

Nosso Parceiro

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Capa Magna na Missa Nova? "Yes, we can", mostra o Cardeal Burke

O Cardeal Burke esteve recentemente em Liguria, Itália, onde celebrou uma Santa Missa Pontifical na Forma Ordinária, na Solenidade da Natividade de São João Batista, 24 de junho do ano corrente. Concelebrou também Dom Mario Oliveri, bispo de Albenga-Imperia, que já figurou em nosso blog aqui e aqui.

Na ocasião, como se pode ver pelas fotos abaixo, o Cardeal Burke fez uso da capa magna, o que ainda causa estranheza para muitos. Na verdade, como já dissemos outras vezes, a capa magna não é exclusiva da Forma Extraordinária do Rito Romano. Após a reforma litúrgica do Vaticano II tornou-se facultativa, mas definitivamente não foi abolida. 

A capa magna aparece no atual Cerimonial dos Bispos, n. 1200, tratando das vestes do bispo: "A capa magna de cor violeta, sem arminho, pode usar-se nas festas mais solenes, mas só dentro da diocese". Já o uso da capa magna pelos cardeais é tratado pela Instrução Ut sive sollicite de 1969: "A capa magna, sempre sem arminho, não é mais obrigatória; pode ser usada apenas fora de Roma, em circunstâncias de muita solenidade".

A capa magna não foi abolida. Não é simplesmente "um monte de pano que um idiota fica segurando", como já ouvi certa vez. O que foi abolido foi o entendimento do seu significado e função na liturgia do Rito Romano.

Bem, nos links apontados acima é possível aprofundar-se mais no assunto. Agora vamos às fotos, que foram tiradas do Facebook de Luca Pavan Bresciano:














blog comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...