Manchetes

Nosso Parceiro

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Peregrinação da juventude argentina inspirada em Chartres

Todos os anos, jovens fiéis especialmente ligados à forma extraordinária do rito romano, fazem sua peregrinação a Chartres, na França.

Agora em novembro, foi a vez de nossos irmãos argentinos “imitarem” a peregrinação de Chartres e rumarem para o Santuário de Nossa Senhora de Luján, padroeira da Argentina.

Como em Chartres, a peregrinação a Luján é basicamente jovem. Todos modestamente vestidos, mas com roupas apropriadas a uma longa caminhada de 100km: não se vê o estereótipo do rapaz “sempre de terno e gravata” ou da moça “exclusivamente de saias”. Evidentemente, não vai aqui uma condenação nem ao terno nem às saias, mas àquela mentalidade que pretende recriar, esteticamente, os anos 50 como se fosse parte integrante obrigatória do culto às tradições litúrgicas. Para explicar ainda melhor: nada contra tais trajes, e, ademais membros deste apostolado os promovem. Apenas que não se sataniza a mulher de calças ou o homem sem gravata. Modéstia não é isso.

Voltemos ao tema. Trata-se de uma excelente iniciativa dos castelhanos nossos vizinhos. É um apostolado claro e visível: prova-se que jovens não querem oba-oba, e são devotos de nossas mais caras tradições, do latim, do canto gregoriano, gostam do cheiro do incenso, e são predispostos ao heroísmo e ao sacrifício de uma longa jornada.

Quando teremos algo assim no Brasil? O Salvem a Liturgia pode ajudar a promover, se algum grupo se interessar e tivermos padres dispostos a servir de capelães. Eu, especialmente, tenho interesse em organizar algo semelhante aqui no Rio Grande do Sul: quem nos ajuda?

Vejam as fotos:

image

image

image

image

image

image

Notem as moças não só de calças, como de bombachas (a Argentina, como o Uruguai, partilha as mesmas tradições gaúchas/gauchas do Rio Grande do Sul). Alguns rapazes também estão trajando bombachas.

image

Para conhecer mais sobre o Santuário de Nuestra Señora de Luján, na Argentina, clique aqui.

Abaixo, uma chacarera (tipo característica de música do folclore gaúcho) em honra da Virgem de Luján:

blog comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...