Manchetes

Nosso Parceiro

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Encontro "A Reforma Litúrgica de Bento XVI", na Nossa Senhora do Brasil, SP

No próximo Domingo, 21 de novembro, solenidade de Cristo Rei (calendário novo/forma ordinária), a tradicional Paróquia Nossa Senhora do Brasil, em SP, promoverá um encontro sobre a "reforma litúrgica de Bento XVI", com palestra do João Bechara.

Uma das prioridades do pontificado do Santo Padre Bento XVI é a atenção à correta celebração da Santa Missa. Aliás, antes mesmo de ser Papa, ele já havia expressado o desejo de que surgisse entre os fiéis um verdadeiro "Movimento Litúrgico", que levasse toda a Igreja a celebrar melhor os mistérios de Cristo. Uma diferença notável do seu papado em relação a João Paulo II pode ser verificada na liturgia pontifícia, que claramente tem primado pela solenidade dos cantos, das vestes e dos rituais, restaurando elementos até então caídos em desuso.

Por esta razão, a grande imprensa, os críticos da Igreja e alguns intelectuais dirigem acusações ao Papa: "é conservador", "carrancudo", "está regredindo para antes do Concílio Vaticano II", "é tradicionalista", "antiquado", "quer afastar as pessoas da Igreja", etc., etc.

Afinal, qual é a verdadeira finalidade das mudanças levadas a efeito pelo Santo Padre, nas quais muitos teólogos e liturgistas identificam uma verdadeira REFORMA DE BENTO XVI? Por que Bento XVI considera a dignidade e solenidade da liturgia como um problema primordial na vida da Igreja? Por que declarou a permissão, a todos os sacerdotes, de celebrar a Missa Tridentina? É seu desejo voltar para os tempos antigos? Por que celebra normalmente em latim e "de costas para o povo", e somente distribui a Sagrada Comunhão na boca e de joelhos? Por que ele pede um autêntico MOVIMENTO LITÚRGICO entre os fiéis cristãos? É simplesmente porque é um "conservador" e "retrógrado"?

O encontro deste Domingo pretende tratar sobre cada uma dessas perguntas, aprofundado o significado e a intenção das "inovações" de Bento XVI à luz do "Espírito da Liturgia" - livro escrito pelo Papa quando era somente o Card. Ratzinger - e do Evangelho, de onde, segundo Nosso Senhor, pode-se retirar "coisas sempre novas e antigas".

Mais informações:

Domingo, dia 21 de novembro, no salão paroquial da Igreja Nossa Senhora do Brasil, às 19h45 (após a Missa das 18h30), na esquina da Av. Brasil com a R. Colômbia, em São Paulo, SP.


blog comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...