Manchetes

Nosso Parceiro

domingo, 11 de abril de 2010

Semana Santa no Brasil com dignidade, sacralidade e respeito às rubricas - XII (Carmelo São José - OCD -, em Petrópolis - RJ)

Várias fotos da Semana Santa celebrada pelo Fr. Robson Malafaia Barcellos, OFMConv, confrade de nosso amigo e companheiro de apostolado aqui no Salvem a Liturgia, Fr. Cleiton Robson, OFMConv. O Fr. Robson Barcellos é Guardião do Convento São Boaventura, e capelão do Carmelo Descalço São José, em Petrópolis, onde celebrou os ritos cujas fotos abaixo mostramos.

Os exemplos de Missas bem celebradas, antes raríssimas, começam a se avolumar pelo Brasil.






























7 comentários:

  1. a mais bela das celebraçoes postadas aqui até agora!

    ResponderExcluir
  2. Tive a honra de participar algumas cerimônias com as Irmãs do Carmelo e os Frades Franciscanos Conventuais nesta capela em Petrópolis onde a Liturgia é valorizada na sua essência.
    Parabéns

    ResponderExcluir
  3. Paulo Fernando
    Graças a Deus tenho boas lembraças destes momentos celebrativos no Mosteiro de São José, onde a Liturgia foi realizada no seu próprio sem cair no ritualismo e relaxamento.

    ResponderExcluir
  4. Caramba... acho que estou exigente demais!
    Eu vi no altar uma vela só, as imagens sem estarem veladas e o ostensório na hora da transladação! Obrediência as rubricas???

    ResponderExcluir
  5. Meu caro, a transladação aqui tratada NÃO é da Quinta-feira Santa, e sim a tradicional procissão eucarística do Domingo de Páscoa, que nos foi legada de Portugal. Por isso, é óbvio que haveria ostensório. O amigo não notou que, embaixo do umeral, havia um pluvial e não uma casula?

    No altar havia uma só vela? Sim, mas PERTO DELE (e isso já basta para as rubricas), haviam as velas necessárias. E esse "perto dele" é bem significativo, pois se trata do altar antigo, colado à parede, para a celebração versus Deum.

    Pois é, para ser exigente, é preciso saber do que se está falando. Antes de criticar, procura entender...

    ResponderExcluir
  6. Ok sr. Vitola,
    Vocês não colocaram na legenda da foto, não temos como adivinhar, já que em outras postagens na transladação padres usaram capa.
    Pode ser, mas a vela do altar fica totalmente sem sentido...
    É impressionante quando se quer defender se usa todo tipo de argumento...

    ResponderExcluir
  7. Se não tem como adivinhar, sr. Anônimo, por que tentaste fazê-lo, e justamente supondo o errado? Não tem NENHUMA transladação com capa pluvial. Tem com UMERAL, que é bem diferente, e se usa, nas bênçãos do Ssmo, por cima do pluvial, e na In Coena Domini, por cima da casula.

    A vela no altar fica sem sentido? Por que? Se o número MÍNIMO foi cumprido... Realmente, o melhor, esteticamente, parece-me colocar os seis candelabros no altar do sacrifício, em arranjo beneditino, mas outros dispositivos são lícitos diante das rubricas.

    É impressionante que quando se quer criticar se usa todo tipo de argumento também.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...